Siga-nos

Perfil

Expresso

Pequena elegia em setembro

  • 333

Não tenho rede, não se avistam burquínis e a frente fria passou ao largo. Setembro é um privilégio. Prolonga-se a ociosidade que não fazer nada é um luxo e uma aprendizagem. Os gregos, que não trabalhavam, eram um povo sábio, ao contrário do que pensarão José Rodrigues dos Santos, a UE, o FMI e outros acrónimos. “Serão os perus reais mais pesados que os perus imaginados?” — eis uma meditação para os próximos dias.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)