Siga-nos

Perfil

Expresso

Altos e baixos - Primeiro Caderno

De Passos Coelho a António Mexia

João Garcia (www.expresso.pt)

Altos...

Passos Coelho, Presidente do PSD Pediu e obteve a colaboração de Rangel e de Aguiar Branco e conseguiu anular a possibilidade de haver listas alternativas à sua. Arrumou a casa com mestria suprema.

 

António Martins, Presidente da A. Sindical dos Juízes Mostrou tranquilidade na resposta que deu sobre o Parlamento vir a impor aos magistrados que declarem rendimentos. "Não há problema em entregar a declaração", disse. E depois fez a pergunta que se impunha: "Mas porquê?" Quando a Procuradoria admite não ter meios suficientes para controlar os rendimentos dos políticos e reconhece que não há mais condenações por a corrupção ser difícil de provar, como se justifica que a preocupação se centre nos juízes e procuradores?

 

...e baixos

Ana Jorge, Ministra da Saúde Depois da corrida dos médicos às reformas, foi a greve dos enfermeiros, a que se seguiu a contestação pelo encerramento nocturno do SAP de Valença. Como último sintoma desta crise aguda de popularidade, registe-se o recuo sobre os medicamentos vendidos em unidose.

António Mexia, Gestor da GALP Recebeu, em 2009, 3,1 milhões de euros (600 mil contos em moeda antiga), o que fez estalar a indignação geral. Na verdade, é muito difícil demonstrar que alguém merece 227 vezes o salário médio nacional. Não vale a pena discutir o mérito quando a questão é moral.

 

Texto publicado na edição do Expresso de 10 de Abril de 2010