Siga-nos

Perfil

Expresso

Sem banda sonora

Quando, há cerca de três semanas — a propósito de um abaixo-assinado de estudantes universitários contra a elevação a catedrático de um ex-gestor da Tecnoforma —, o douto Vital Moreira, acidamente, opinou: “Pelos vistos, há quem proponha o regresso à autogestão estudantil de Maio de 1968...”, alguém deveria ter-lhe chamado a atenção de que, contra ventos e marés políticos, a reputação dos soixante-huitards não poderia estar, atualmente, mais bem cotada. Pelo menos, no país de origem: segundo uma sondagem encomendada pelo “Nouveau Magazine Littéraire” à Harris Interactive, 79% dos inquiridos atribuem à revolta de 68 consequências positivas para a sociedade francesa, incluindo-se nesses 87% dos eleitores de Macron e até 78% dos de Marine Le Pen.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)