Siga-nos

Perfil

Expresso

Ainda mais

  • 333

Tenha sido o poeta Robert Browning, o pintor Ad Reinhardt, ou o arquiteto Mies Van der Rohe a criar o conceito “less is more”, a verdade é que, por muita selva — estética, política, filosófica — que o minimalismo tenha desbravado, persiste um considerável número de fortalezas que essa ideia nunca conseguiu assaltar. Uma das mais inexpugnáveis praças-fortes é, sem dúvida, a indústria discográfica. Só um exemplo: Jeff Buckley que, em vida, gravou um único álbum (“Grace”, 1994), entre compilações e registos ao vivo, possui, atualmente, uma discografia póstuma com dez títulos, um box set de cinco CD e cinco DVD. Mais é sempre mais e nunca é suficiente.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)