Siga-nos

Perfil

Expresso

Encostar o ouvido ao chão

  • 333

Para desenhar mentalmente um cenário do útero urbano onde foi gerado “Astral Weeks” (1968), não é absolutamente indispensável conhecer a bastante deprimente Belfast. Em particular, se, como aconteceu comigo, esse conhecimento tiver ocorrido no dia a seguir àquele em que se comemorava o 25º aniversário do Bloody Sunday — quando, a 30 de janeiro de 1972, em Derry, o exército britânico abateu a tiro 14 manifestantes desarmados —, com a ocupação militar da cidade a refletir o sufocante patrulhamento religioso, rua a rua, igreja católica, sim, igreja protestante, não, sob um céu (como diria Jacques Brel) “si gris qu’un canal s’est pendu, un ciel si gris qu’il faut lui pardonner”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI