Siga-nos

Perfil

Expresso

Uma história épica

  • 333

A mãe, Emily, era bisneta de Cornelius Vanderbilt — o magnata de origem holandesa, que edificou um império assente na rede de caminhos de ferro norte-americanos e uma das mais poderosas dinastias WASP —, e o pai, John Henry, filho de um general da Guerra Civil, era advogado e próspero banqueiro. A família herdara um palácio de cinco andares na 91st Street, junto ao Central Park, com escadarias de mármore, elevadores, biblioteca, court de squash, e um salão de baile com lotação para 200 pessoas. Nas Victrolas dos modelos mais recentes, escutava-se, em permanência, Mozart, Beethoven e Brahms e os cinco meninos da família Hammond tinham aulas de música em casa, com professores particulares. O mais novo, John Henry Hammond II, nascido em 1910, tinha estudado viola de arco, mas, desde muito cedo, preferia-lhe, claramente, a música negra. 

Para continuar a ler o artigo, clique   AQUI