Siga-nos

Perfil

Expresso

Felizmente (além de luar) há Centeno

Se quisermos uma teoria da conspiração com pés e cabeça tomemos Centeno. Subitamente, o Ronaldo do Eurogrupo tornou-se a bête noire da esquerda que apoia o Governo PS. Ele seria o encontro de vários e ocultos interesses, tais como: o seguro de Costa, que, não o podendo demitir mas tendo de o aguentar, não tem culpa das políticas restritivas e austeritárias do Governo? A tramoia de Schäuble, Merkel e Juncker (todos do PPE) para que não se estragasse a recuperação económica neoliberal de Portugal? Uma manobra de diversão para que, entre nós, se fale dele e não dos terríveis problemas do mundo? Uma aparição salazarista que, do nada (ou quase), endireita as Finanças, nem que seja à força? Alguém que, ao serviço do grande capital, brilha quando os serviços públicos ficam às escuras (Catarina Martins dixit)? Uma jogada de Marcelo Rebelo de Sousa (porque Marcelo tem de ter sempre uma jogada)? Claro que também pode ser alguém com bom senso e bem-intencionado, mas essa hipótese estraga a boa teoria da conspiração que anima muito mais as nossas vidas e conversas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)