Siga-nos

Perfil

Expresso

Editorial

A ajuda que vai continuar

Pedir nova ajuda é uma evidência. Corrigir o desequilíbrio orçamental não chega para Portugal poder regressar aos mercados

Editorial (www.expresso.pt)

A declaração de Pedro Passos Coelho, numa entrevista concedida à RTP, sobre a eventual necessidade de Portugal precisar de um novo acordo com os credores internacionais provocou uma estranha surpresa. O que o primeiro-ministro disse esta terça-feira é uma evidência para qualquer pessoa que conheça a nossa realidade orçamental e económica, e que a cruze com a trajetória da dívida pública e os juros que os mercados praticam.

Escolha uma das opções para ler o artigo inteiro