Siga-nos

Perfil

Expresso

Mudar ou não a PGR

Quando Pinto Monteiro e Souto de Moura chegaram ao fim dos seus mandatos na Procuradoria-Geral da República, a substituição no cargo foi vista com naturalidade. Não tanto por razões jurídicas ou constitucionais mas porque os seis anos de ambos na liderança do Ministério Público não tinham deixado grandes saudades. Com Joana Marques Vidal, que termina o mandato em outubro, o caso é diferente.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido