Siga-nos

Perfil

Expresso

Maioria absoluta ou nada

Os sucessivos sinais dados pelos partidos mais à esquerda fazem crer ser cada vez menos provável que um acordo como o que em 2015 deu origem à chamada ‘geringonça’ se possa repetir após as próximas eleições. Com boa parte do programa comum já cumprido, de devolução de rendimentos e de reversão de medidas do anterior governo, e com a saída de cena do ‘papão’ Passos Coelho que levou PS, PCP, BE e Verdes a conseguirem assinar um inédito texto de viabilização parlamentar de um Executivo socialista minoritário no Parlamento, os dados do próximo tabuleiro político vão ficando mais claros.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido