Siga-nos

Perfil

Expresso

Um monte de gente perdeu o pio

Ainda ontem salvámos mais um, vendeu-se o que era Novo ao preço de usado, usado tão usado que não há escape para os gases tóxicos que não seja aditivar de capital. O de ontem, aliás, já tínhamos salvado uma vez e se ontem nos juraram que esta é a última é por suspeitarmos que não é, porque debaixo das pedras ainda por levantar não há praia, há bichos mais fantasiosos do que os de Borges.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)