Siga-nos

Perfil

Expresso

O concertado e o desconsertado

Se o poder unifica, perdê-lo desagrega. Passos Coelho ainda não vê o que se antevê: que a contestação à liderança que aí anda passe de molto agitato e, nos próximos meses, surja quem o queira desapear mais cedo do que tarde. O PSD está como o PS estava há dois anos, Passos Coelho é o seu António José Seguro e há quem queira que Rui Rio seja o seu António Costa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)