Siga-nos

Perfil

Expresso

Na vida real

  • 333

Mário Centeno só tinha ontem dois números para dar: 0,2% e 2,6%. Redução do défice estrutural e meta de défice orçamental. Só hoje saberemos o como deste Orçamento do Estado. Mas sabemos já que é ainda um draft, que está feito para visto prévio de Bruxelas, que há de voltar como um ioiô e que só daqui a pelo menos três meses estará aprovado pela Assembleia da República, para o que necessita do BE e do PCP. É um Orçamento cheio de riscos, para aprovar dentro, depois de passar fora. Porque o rascunho do OE tem o cunho de UE.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI