Siga-nos

Perfil

Expresso

Carta ao Pai Natal

  • 333

Que presente merecem os covardes? Serão de lã os seus sapatinhos de biqueira de aço? Que prendas têm os saqueadores, que vivos jazem nas listas de créditos defuntos nos bancos? Como fazer destas 700 palavras mais do que agressão violenta e resistir ao era-chumbá-los-a-todos? Talvez Rousseau precise de errata, talvez o homem nasça bom, a alta sociedade é que o corrompe. O desfecho do Banif merece a nossa fúria.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI