Siga-nos

Perfil

Expresso

Os riscos que paguem a crise

  • 333

Mal vemos um socialista falar de dinheiro abrimos a boca e cerramos os dentes. Faz sentido. O persistente aluimento de terras legado até 2011 não tem perdão. Mas o trauma deve fazer de nós cerebrais na informação, não impulsivos na rejeição. Hipervigilantes em vez de cegos. Ao contrário do que tanto se lê e ouve, não é um programa louco. É um programa com riscos. É a exigência que nos leva a pedir de um programa de governo que nos dê a informação de um Orçamento do Estado. Não o é e não o dá. Mas é mais extensivo do que estamos habituados. Esse é um dos riscos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI