Siga-nos

Perfil

Expresso

Relvas, o não-grego

  • 333

Este referendo não é a sublimação da democracia, é uma perfídia sobre o povo grego. É pedir a esganados que respirem azoto e a esfaimados que engulam espinhas. Não é um “levantem-se e digam lá o que querem!”, é um “baixem-se e façam lá o que queremos!”. E o que querem? Salvar os gregos?! Nem num domingo à tarde nem numa segunda de manhã — a elite política não está a agir para salvar o povo, quer o voto do povo para se salvar a si. Veja-se Portugal, que demonstrando não ser a Grécia reúne a elite numa sala de hotel para se celebrar a si própria a propósito de um livro que ninguém lerá de um homem que toda a gente sempre ouvirá. E bajulará. Não são coisas diferentes. 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI