Siga-nos

Perfil

Expresso

Luisa Schmidt

Luísa Schimdt

Sinais de fogo

  • 333

Estamos em abril e já abriu a época dos fogos. O incêndio de Águeda veio mostrar que basta uma semana mais quente para a coisa deflagrar. O verão antevê-se fumarento. Há muito que se fez o diagnóstico para evitar o flagelo dos incêndios e, no entanto, pouco ou nada avançou: nem a limpeza sistemática das matas, nem o associativismo e as Zonas de Intervenção Florestal (iniciadas em 2005 mas interrompidas), nem os planos regionais de ordenamento florestal (com metas suspensas em 2009), nem sequer o cadastro, sabendo-se que existe uma enorme dispersão da propriedade e de proprietários, sempre herdeiros de herdeiros de herdeiros... Uma charada! 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI.