Siga-nos

Perfil

Expresso

Conduzir um Ferrari a 300 quilómetros/hora

É aproveitar enquanto ainda há motores de combustão

É sempre uma questão de confiar mesmo no piloto-instrutor que vai sentado ao lado a dar as dicas. Na reta antes da parabólica interior (não faço ideia a que velocidade vou, pois não tenho o à-vontade para espreitar para o painel e estou mais interessado em olhar para a pista, mas vou pé a fundo, acho, sendo que posso até ir devagar) ele diz: “Só vai começar a travar quando eu disser.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido