Siga-nos

Perfil

Expresso

Esqueça o FOMO, abrace o JOMO

É isto que os gamers acham um absurdo: os videojogos são agora considerados pela Organização Mundial de Saúde um vício, uma heroína digital, com todo o estigma que daí advém. Qualquer tipo que passe umas horas fechado no seu quarto a jogar Tetris já deixa a família a chorar e a querer ligar para ao Centro das Taipas. Mas estar o dia todo agarrado ao smartphone, consultar o Instagram de dois em dois minutos, atravessar a rua cheia de trânsito sem tirar os olhos do ecrã, ficar com suores frios e a tremer caso se esqueça do telemóvel ou ter crises de ansiedade só de antecipar ficar sem o bicho, isso já não é “adição”. É “sobreuso”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido