Siga-nos

Perfil

Expresso

O homem é muito burro

Recapitulemos: lembram-se do Ashley Madison? OK, dou um F5, um refreshzinho, neste caso. Refiro-me ao site de adultério mais famoso do mundo que, no verão de 2015, foi pirateado e que teve os dados dos seus utilizadores expostos perante o maralhal. Aqui se relatou o assunto, sem moralismos quanto aos costumes, mas com alertas quanto às questões tecnológicas do ponto de vista de segurança de dados. Lembrou-se igualmente então a cobertura mediática positiva e acrítica que o paparuco do CEO da empresa tivera quando se deslocara a Portugal para promover o adultério digital.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)