Siga-nos

Perfil

Expresso

Portugal, país de Hemingways

A BBC, na sua secção de Cultura, emocionava-se por ter sido publicado um livro que mostra a relação da língua inglesa com o álcool. Nos últimos 500 anos a língua inglesa criou mais de três mil expressões para definir “estar bêbado”. Algumas já não se usam, outras surgiram recentemente. Tudo devido a um termo alegremente roubado do castelhano que por sua vez foi destilado do árabe (al-kuhul) e que tem servido para todo o tipo de analogias. Os temas-tabu — e estar embriagado era e é um deles — gera uma grande quantidade de expressões que devem encobri-los de alguma forma. O sexo é outro desses temas. E resta, obviamente, o dinheiro. A eterna trindade: briol, truca-truca e pilim.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)