Siga-nos

Perfil

Expresso

A democracia puxa pouco like

Este não foi o ano em que acabou a “lua de mel entre as redes sociais e o mundo”. Como li algures. Foi mesmo o momento em que as redes sociais tomaram o poder e o controlo das nossas vidas e se riram, alarves, nas nossas caras. Claro que muitos dirão que isto é ser alarmista. Tanto mais que sou viciadito na coisa de postar gatinhos, musiquinhas e fotos de viagens. Mas ainda não percebemos bem o que nos aconteceu em 2016. O Facebook minou a democracia e o Twitter vai geri-la. Bem pode o Papa Francisco espantar-nos com o seu conhecimento em parafilias que não mete medo aos trolls do ramo executivo planetário.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)