Siga-nos

Perfil

Expresso

Tay, o bot que acabou lobotomizado

  • 333

O que devia ser uma das mais interessantes experiências de sempre com Inteligência Artificial (IA) tornou-se a maior humilhação pública sofrida pela Microsoft nos últimos tempos. Um chatbot (depois explico), batizado de Tay, que deveria mimetizar um adolescente de 19 anos foi “atirado” para o Twitter e outras “plataformas jovens” para absorver informação e interagir. E 24 horas depois o tayzinho era uma mistura de jovem Trump radical com juventude hitleriana e paranoico das conspirações. Ficou tudo horrorizado e o bot deve ter levado um tiro na testa atrás do escritório do Bill Gates. Mas o que correu mal? A experiência? A natureza humana está perdida? Os mileniais são uma geração desgraçada? Os EUA, em 2016, vão para o bueiro? A própria natureza do Twitter é perversa? Que dramas queens, meu Deus. Até parecia que a Microsoft nunca usara as redes sociais e de repente tinha descoberto que havia racismo e homofobia à solta naquele chavascal.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI