Siga-nos

Perfil

Expresso

Não cederei o volante

  • 333

Há um anúncio da Jaguar que passa na TV portuguesa que é um verdadeiro marco na estratégia de comunicação automóvel. É possível que algo semelhante, mais docinho, tenha já sido feito, mas escapou-me. No seu covil de felinos negros, uma personagem que representa o “Mal” no sentido 007iano, quer na sua apresentação física quer no paleio, ordena — enquanto faz festas a uma pantera — que os novos jaguarinhos deixem o ninho na mansão britânica e vão dominar as estradas como se tratasse de um esquema maléfico de domínio planetário. Os novos modelos parecem fazer parte de uma conspiração tecnológica do SPECTRE do Dr No. A campanha faz parte da participação de um conjunto de vilões ingleses associados à marca: “É bom ser malvado”.


Para continuar a ler o artigo, clique AQUI