Siga-nos

Perfil

Expresso

João Duque

Sem comentários...

Não saber que o efeito é cumulativo denota o que o divulgador do post não é capaz de fazer: descodificar o conteúdo dos números.

João Duque (www.expresso.pt)

Um destes dias, um 'amigo' do Facebook, mandou-me visitar a página do antigo ministro socialista Capoulas Santos porque, dizia-me, estar aí exposta uma imagem com a evolução da taxa de crescimento da dívida pública portuguesa acumulada, repartida por responsável governativo. Na imagem surgem vários primeiros-ministros de Portugal (desde Francisco Pinto Balsemão a José Sócrates). A ideia, parece, é a de comparar, ilustrando com barras, as responsabilidades pelo crescimento da dívida pública portuguesa. O ex-ministro inseriu a imagem no post e acrescentou: "Sem comentários..."

Escolha uma das opções para ler o artigo inteiro