Siga-nos

Perfil

Expresso

Rã, salta!

O cientista colocou delicadamente a rã na bancada do laboratório. Largou-a e ordenou-lhe gritando: “Rã, salta!” E a rã saltou. Recolheu-a do chão, decepou-lhe com mestria a pata esquerda traseira e voltou a ordenar-lhe: “Rã, salta!” Com menos impulso, a rã saltou. Voltou a recolhê-la do chão decepou-lhe a outra pata traseira e reordenou-lhe: “Rã, salta!” Nada… “Rã, salta!”, repetiu. A rã permanecia estática. O cientista concluiu: quando se cortam as patas traseiras a uma rã ela perde o sentido da audição.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)