Siga-nos

Perfil

Expresso

As empresas não votam

Quando, na qualidade de coordenador do curso de MBA da minha escola, assistia a reuniões da AMBA, a entidade internacional acreditadora desses cursos, ouvi um honesto desabafo de um responsável de uma universidade australiana. Para ele, além do interesse que há em ser questionado por painéis de avaliação compostos por colegas que chegam de outras escolas acreditadas e que colocam em causa o que fazemos e porque o fazemos, todos querem ser acreditados porque sabem que se não forem não estão nos rankings.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)