Siga-nos

Perfil

Expresso

O pesadelo

  • 333

Quando era miúdo tinha irregularmente um sonho que, por ser nada, se transformava num pesadelo. Uma superfície branca, muito branca e muito extensa. Tão branca e tão extensa que passado uns segundos, minutos, talvez, se transformava num sufoco insuportável. Era só isso. E voltava. Mais tarde, só de imaginar o início do sonho os suores não iludiam sobre o medo que me assaltava.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)