Siga-nos

Perfil

Expresso

Henrique Raposo

Páscoa fraternal

  • 333

Há dias, a minha filha mais velha abriu os braços para Caim e saiu disparada em direção ao berço da irmã. Foi nesse segundo que percebi um pormenor: as grades do berço não servem para impedir o bebé de sair, servem para impedir os irmãos mais velhos de entrar. O berço não é um redil, é o escudo, o bunker ou o promontório de Abel. E, de facto, um sujeito só pode dizer que é pai quando compreende que o amor fraternal (se existir) é uma vitória sobre a natureza, é um ato racional e não um instinto natural. Um sujeito só pode dizer que é pai quando fica em pânico por perceber que a mais velha está sozinha com a mais nova no chão da sala.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI.