Siga-nos

Perfil

Expresso

Medicina 
(a)moral

A cena repete-se: vou ao médico, mas o médico não vem até mim. Olho para ele, digo-lhe o que tenho; ele não me olha, não tira os olhos do ecrã, tecla a minha informação no sistema, no tal big data. Não conhece o big data, caro leitor? É uma medusa de algoritmos que gere biliões de dados pessoais. É pretensamente infalível na previsão do futuro. Sublinho o pretensamente: o big data deu como certa a vitória de Hillary Clinton. Ou seja, o big data é só a mais recente utopia positivista de uma longa lista de narcisos científicos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)