Siga-nos

Perfil

Expresso

Ponte suspensa da Babilónia

Krzysztof Charamsa, ex-figura do Vaticano, rompeu com a Igreja porque se sentia ofendido na sua identidade gay. Em Portugal foi apresentado pela imprensa como “o padre gay que desafia o Vaticano”, qual Andrew Beckett de cabeção. Comentando a bizarria do caso, publiquei uma crónica no Expresso Diário cujo título é bem claro: “Não há padres gays (nem hetero)”. Krzysztof Charamsa enviou para o jornal uma crítica à minha posição. Esta é a contra-resposta.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)