Siga-nos

Perfil

Expresso

Os rostos 
da rádio

Meu caro leitor, há dias, na Rádio Renascença, abracei-me a um dos jornalistas da “Bola Branca” que acabara de sair do estúdio. Ele ficou surpreendido com aquela demonstração de afeto inesperada e intempestiva de um estranho. Mas a verdade é que ele não é um estranho: a sua voz entra em minha casa duas vezes por semana durante os jogos do Benfica. Abraçá-lo foi a forma de comemorar aquela faísca que explode no cérebro quando uma voz familiar desce finalmente sobre um rosto. Não, as vozes da rádio não são algoritmos, existem mesmo. Sim, meu caro, sei no que está a pensar: porque é que alguém segue a bola pela rádio?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)