Siga-nos

Perfil

Expresso

Criança não entra

  • 333

Chegámos atrasados à missa, só havia um banco livre, que tinha logo à entrada uma senhora que prometia sarilhos: parecia um fac-símile da tia do Herman. Como tínhamos dois carrinhos e duas crianças, perguntei à senhora se não podia deslocar o seu aristocrático corpo para o meio do banco, libertando assim os primeiros lugares para mim e para a minha mulher; era a única forma de controlarmos os carrinhos e as pequenas. Na resposta, a senhora mostrou o que há de sinistro neste cruzamento entre os genes da beta e o vírus da beata: “As meninas não vão fazer barulho, pois não?”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)