Siga-nos

Perfil

Expresso

Estrela D’Alva

  • 333

Meu caro leitor, sabia que a ‘Grândola Vila Morena’ foi proibida pelo PCP na vila de Grândola? Sim, proibida, apupada, diabolizada. Está confuso? Eu explico com a ajuda de um trabalho do jornalista Vítor Matos, natural de Grândola: nas eleições presidenciais de 1976, o PCP lançou na corrida um agente do KGB chamado Patrick, também conhecido por Octávio Pato; por sua vez, Zeca Afonso preferiu apoiar esse enorme estadista e futuro terrorista chamado Otelo; para agravar a ofensa sentida por Cunhal, recorde-se que Zeca era próximo da Luar, organização esquerdista que estava fora do perímetro do PCP; num ato de vingança típico da espécie, os cunhalistas passaram a considerar Zeca como um inimigo e até boicotaram um concerto do cantor em Grândola. Ou seja, o PCP grandolou Zeca Afonso quando este tentou cantar ‘Grândola Vila Morena’ num concerto em Grândola. Não é maravilhoso, meu caro leitor? Parece que Zeca era “esquerdista”, um termo tão pestífero como “fascista” na fauna terminológica dos PC.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso)