Siga-nos

Perfil

Expresso

Opinião

Bernardo Provenzano (1933-2016)

  • 333

Bernardo Provenzano morreu de ataque de coração, na quarta-feira, dia 13, em enfermaria especialmente segura para poder acolher condenados a prisão maior, no Hospital de S. Paulo, em Milão, onde estava há muito internado cumprindo pena de prisão perpétua a que fora condenado à revelia, padecendo de cancro da bexiga e de transtornos neuropsiquiátricos associados a senilidade que haviam levado à suspensão de interrogatórios noutros processos que o implicavam por peritos terem constatado que deixara de dizer coisa com coisa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)