Siga-nos

Perfil

Expresso

Opinião

A questão das musas

  • 333

"A Academia das Musas”, do cineasta catalão José Luis Guerín, põe toda a gente, personagens, espectadores e críticos, a discutir “a questão das musas”. É uma questão gloriosamente extemporânea, intempestiva, da qual nos aproximamos, escreveu Étienne Gilson, cheios de “medo do ridículo”. O filósofo francês, um católico tomista, superou esses receios. Publicou em 1938 um ensaio sobre Heloísa e Abelardo, um grande caso sacro-profano, e em 1951 reuniu vários estudos num volume intitulado “L’École des Muses”, bibliografia essencial para compreender Guerín.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)