Siga-nos

Perfil

Expresso

Rui de mais, Maria de menos

  • 333

A dois meses das legislativas, não se vislumbra ainda, ao contrário do que acontece em Espanha, nenhuma alternativa que tenha ganho dimensão para fazer abalar o nosso sistema partidário. Este imobilismo, que o episódio do PRD nos diz não ser estrutural, tem levado à inércia dos partidos políticos. É uma pescadinha de rabo na boca: os eleitores estão anestesiados, como estão anestesiados não assustam os partidos, como não assustam os partidos eles não mudam e como não mudam alimentam a apatia dos eleitores. É por causa deste torpor político que muitos se viram para as presidenciais. Só que mesmo neste campeonato os atores políticos teimam em rodar à volta dos seus próprios hábitos.

Para continuar a ler o artigo, clique aqui.