6
Anterior
Um carro que gostava de ser jipe
Seguinte
Um híbrido "micro-desportivo"
Página Inicial   >  Economia  >  Carros  >   O "rei" das dunas
O CARRO DA SEMANA

O "rei" das dunas

O Discovery 4 com motor 3.0 SDV6 viu a sua potência aumentar para 255 cavalos. Com caixa automática de 8 velocidades, enfrenta facilmente lamas e areais. O seu defeito está no preço.
|

Há várias décadas que o Land Rover Discovery marca posição nas grandes expedições internacionais de todo-o-terreno, liderando o restrito grupo de jipes que habitualmente superam as mais difíceis situações em quase todo o tipo de terrenos, desde as lamas aos cursos de água, passando pelas dunas de areia e pelos solos rochosos.

O Discovery 4 - agora com a potência do motor diesel de 6 cilindros aumentada para 255 cavalos - elevou a "fasquia" e tornou ainda mais fácil a sua condução em situações extremas.Mesmo equipado com pneus de estrada, o Discovery 4 SDV6 HSE, circula em trilhos de areia solta com desenvoltura.Nem mesmo as zonas de areal bastante irregulares, com sucessivos altos e baixos - que levam a carroçaria do Discovery a raspar no solo arenoso -, conseguem criar problemas à sua condução.

Aí, dificilmente ficará atascado. Com um gigantesco binário disponível a baixas rotações, o seu potente motor diesel ultrapassa serenamente os obstáculos, um a um, mesmo com o veículo carregado e com o ar condicionado ligado.Seletor partilhado com a JaguarPara essa eficiência de funcionamento contribui a nova caixa automática de 8 velocidades, com seletor rotativo (partilhado com a Jaguar, que pertence ao mesmo grupo - o indiano Tata).

No interior da versão HSE, com bancos revestidos a pele, três tetos panorâmicos - colocados em cima de cada uma das três filas de lugares - um sistema de ar condicionado irrepreensível e excelente som a debitar do sistema áudio Harman-Kardon com 11 colunas, pouca diferença faz aos seus sete passageiros que o Discovery 4 enfrente um lamaçal depois de ter cruzado trilhos arenosos, debaixo de uns tórridos 32 graus ao sol.

Para as manobras mais complicadas, o apoio da imagem captada pela câmara traseira torna-se mais útil do que se poderia supor, tal como o auxílio do sistema de navegação, cujas indicações impedem que o condutor entre em percursos errados.

Linhas "quadradas"Na Land Rover é frequente ouvir técnicos da marca e mecânicos dizerem que o Discovery é o verdadeiro todo-o-terreno do grupo, tal como são frequentemente ouvidas críticas que consideram este veículo excessivamente quadrado, com linhas pouco populares e de difícil aceitação.

Quem conhece o Discovery poderá aperceber as sucessivas melhorias entretanto efetuadas ao nível da motorização (com especial destaque para a evolução dos diesel V6), do sistema de direção, cada vez mais precisa e de fácil manobrabilidade e ainda da caixa de velocidades (as caixas automáticas passaram a utilizar as novas soluções de 8 relações) e das suspensões (de fácil gestão eletrónica).

Bom estradistaPara viajar com sete pessoas sem bagagem, ou cinco pessoas mais bagagens, o Discovery 4 revela-se um excelente estradista, capaz de ultrapassagens rápidas, oferecendo grande conforto de circulação.

 Com a caixa automática no modo de seleção desportivo, o Discovery 4 mostra boa agilidade, fazendo que o condutor esqueça o seu peso elevado (mais de 2,5 toneladas).

Em modo "S", o Discovery "devora" o asfalto com rapidez e assegura um transporte confortável aos passageiros, o que se deve ao tipo de afinação eletrónica da suspensão. As dimensões generosas do interior do Discovery 4 permitem transportar pessoas altas (devido à altura do tejadilho, os bancos traseiros conseguem sentar com facilidade mesmo quem tenha cerca de 2 metros de altura).



Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 6 Comentar
ordenar por:
mais votados
Land Rover
Tenho um , mas neste caso, tou mrsmo a ver o pessoal a fazer off-road com mudanças automaticas !
Re: Land Rover
Re: Land Rover
Re: Land Rover
Re: Land Rover
Dor de cotovelo.....
Não tenho um, mas gostava de ter..... (pode ser dos ovos Kinder) :) Parabéns pelo video, está fantástico!!!!
Comentários 6 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub