O que não deve dizer a um investidor

Algumas frases podem matar imediatamente o interesse de um investidor pela sua startup e deixá-lo sem dinheiro ou apenas com a hipótese do crédito bancário.
|
O que não deve dizer a um investidor

É fundamental que um investidor entenda como pensa o empreendedor e que confie na sua capacidade de fazer crescer um negócio. Estes são os requisitos básicos para atrair o seu interesse e estabelecer uma relação de confiança entre ambos. Mas, segundo Alejandro Suárez Sánchez-Ocaña, empresário e investidor, com dois livros publicados em Espanha, existem certas frases, que quando pronunciadas por um empreendedor, põem em causa esse objetivo. 

"Procuro alguém que financie o meu projeto"


É um mau início de conversa. O investidor quer investir e não financiar. Se precisa de ajuda o melhor é arranjar um mecenas. Se quer ser financiado, procure um banco. O investidor quer ganhar dinheiro e isso é o que o atrai num projeto. 

"Quero alguém que traga capital inteligente, mais do que dinheiro"


Um business angel quer rentabilizar o dinheiro e não sentar-se consigo no dia-a-dia a gerir o negócio. Se quisesse gerir uma empresa também teria lançado uma e não andaria a investir nas dos outros. Se quiser-se envolver demasiado na gestão diária de uma empresa não é um investidor profissional - estes apenas gostam de saber como estão a correr as coisas e participar nas decisões mais importantes.  

"O meu produto não tem concorrência"


Esta é uma frase altamente perigosa. Na metade das vezes que os empreendedores dizem isto ou estão a subestimar a concorrência ou, pior, desconhecem o mercado. Se o produto não tem mesmo concorrência, ou é um visionário à escala de Steve Jobs, e entra na história (o que, admitamos, não é frequente), ou está enganado e não existe mercado para o produto.

"As nossas previsões são muito conservadoras"


Aqui está algo que os investidores ouvem com demasiada frequência e que os deixa imediatamente alerta. Diz-lhes a experiência que até mesmo os empreendedores que se consideram conservadores, descobrem passado algum tempo que eram demasiado optimistas. Por isso é normal que o investidor seja, ele sim, conservador e aplique uma redução em cima das suas previsões.

"Este é um investimento sem risco, totalmente garantido"


O investidor quer ganhar muito dinheiro e não apenas ajudar a criar uma PME sustentável, que garanta um bom salário ao empreendedor. Para poder ganhar dinheiro a sério, tem de haver risco. Se lhe diz que não há risco, ou está a mentir, ou não lhe está a propor um bom negócio, mas sim a fazê-lo perder tempo.

"Tenho um óptimo plano de negócios feito pela empresa XPTO"


Pode ter uma excelente apresentação e ter-lhe custado uma fortuna, mas o que o investidor quer ver no plano de negócios é se o empreendedor domina todas as variáveis, se participou na elaboração, o validou e sabe todos os prós e contras. Há coisas que não se podem delegar a terceiros. O investidor está a apostar em pessoas e não apenas numa ideia, por isso quer ter a certeza que quem está à frente do projeto sabe do que fala e está à altura de o executar.  

"Preciso de uma resposta rápida"


Pressionar um investidor dizendo-lhe que há outros interessados no projeto e que ele tem de decidir depressa é meio caminho andado para o fazer perder a vontade sequer de pensar no assunto. E lembre-se que se for mentira, e ficar de mãos a abanar, dificilmente voltará a ter outra reunião com ele.

"Sou o representante da startup X"


Um investidor até pode aceitar ser contactado por um intermediário se já se tratar de um projeto maior, que procure capital de risco ou private equity, mas nunca no caso de uma startup. Se para ele é fundamental conhecer a equipa, não aceita falar com intermediários. Além disso, não abona nada a seu favor ter alguém a negociar investimento em seu nome, nesta fase do projeto.

"Para já, não nos preocupamos com os lucros"


Isto é o que faz ver muitos filmes e acreditar que Portugal é Silicon Valley, o que não é verdade. E se alguns empreendedores pensam que não é preciso pensar já em lucros, dificilmente encontra algum investidor que pense da mesma forma. Se não sabe como ganhar dinheiro e quando vai começar a ganhá-lo, não conseguirá explicar ao investidor quando e como é que ele vai recuperar o investimento.