32
Anterior
"Pare, Escute, Olhe": o livro (vídeo)
Seguinte
Não perca na Exame de Maio
Página Inicial   >  Multimédia  >  Expresso TV  >   O petróleo português

O petróleo português

Chama-se Lítio, tem cor violeta e serve para construir baterias para os carros eléctricos. Portugal é já o 5.º produtor mundial deste minério.
|

Portugal dispõe de dois milhões de toneladas de reservas de minério de lítio. Quanto a reservas possíveis, a fasquia sobe até às doze milhões de toneladas. Isto é o suficiente para perto de 70 anos de exploração mineira. Com uma particularidade: as ocorrências de lítio estão entre os 20 e os 30 metros de profundidade, ou seja, não é necessário abrir minas subterrâneas.

Opinião


Multimédia

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 32 Comentar
ordenar por:
mais votados
O petróleo português
Isto é como as cerejas, ao apanhar uma vêm varias atrás. Os veiculos eléctricos estão a empurrar-nos para outras industrias. Aliás as hidricas e as eólicas são mais um exemplo de que estamos a ír pelo caminho certo. Por mais que se grite e se conteste contra elas, já todos percebemos que não passam de interesses pessoais.
Re: O petróleo português
Re: O petróleo português
Re: O petróleo português
Re: O petróleo português
Re: O petróleo português
Re: O petróleo português
Re:Energia atómica??
Re: O petróleo português
Escavemos, senhores!
Os rendimentos derivados da extracção de minério em Portugal podem representar 30% do PIB. Até ouro em Trás-os-Montes temos! Deixem lá o "mar", as "energias alternativas" e a "tecnologia de ponta" para inglês ver, e peguemos na enxada. Toca a escavar, para saírmos do buraco!
Re: Escavemos, senhores!
Ora bolas...
Re: Escavemos, senhores!
Re: Escavemos, senhores!
Re: Escavemos, senhores!
Re: Escavemos, senhores!
Re: Escavemos, senhores!
Re: Escavemos, senhores!
Re: Escavemos, senhores!
Boa notícia
Esta é uma boa notícia para todos nós, e mostra que neste país há empresários capazes de inovar e de criar novos segmentos no tecido industrial. A empresa FELMICA, que se dedica à extração de minérios para a indústria de cerâmica, está a posicionar-se para competir a nível global na extração, tratamento e exploração do lítio. É uma empresa certificado com Iso 9001, apetrechada com meios de pesquisa laboratorial e prepara-s para estabelecer contactos e parcerias a nível internacional. É uma empresa que merece ser acompanhada e estimulada. Vamos ver se voltamos ao tempo do volfrâmio...
Caminho Errado
Portugal tem andado pelo caminho errado, deixando para trás a exploração e desenvolvimento dos seus recursos endógenos, para copiar modelos de outros, ajustados às realidades desses outros, mas não às nossa, tendo-se como exemplo é o TGV.
É hora de entrar no caminho certo direccionando os meios financeiros para industrias e serviços alternativos, localizadas mais no interior do país, fazendo crescer, de forma sustentada, a nossa economia.
Somos um povo capaz e com recursos mas que precisa de decisores políticos mais competentes.
Re: Caminho Errado
Re: Caminho Errado
A exploração do Interior PELO EXTERIOR. cá dentro
Trás os montes e o Interior tem a grande maioria das matárias primas que geram riqueza, como minérios ,
vinho de alta qualidade e generoso, vulgo Porto, azeite o melhor do mundo como o Romeu, fruta e hortaliça , castanha, água ,gente humilde sim mas com uma capacidade de trabalho e resistencia extraordinária e ...a maior percentagem de BARRAGENS que produzem a maior parte da energia he produzida e enviada para os grandes centros....

Porque é então a zona mais pobre, mais atrasada e mais desertificada da Europa?

Simples .. Porque interessa para que a possam roubar mais à vontade...

é como a Nigéria... um dos maiores produtores de petróleo e o povo tem de furar os pipelines....Quem enriquece? ..
Os Estrangeiros e meia dúzia de energumenos locais que vendem o seu povo..e as sua riquezas .. a troco de NADA

LÁ COMO CÁ...ATÉ QUANDO???
Re: A exploração do Interior PELO EXTERIOR. cá de
Re: A exploração do Interior PELO EXTERIOR. cá de
O LÍTIO
A industria extractiva de lítio para singrar nos mercados internacionais, deve encontrar parceiros capazes de transformar a matéria-prima em produto comercializável para as empresas produtoras de baterias, aumentando assim as nossas exportações e a riqueza do nosso país.
Re: O LÍTIO
Re: O LÍTIO
Comentário colocado indevidamente.
ká tou eu mais uma vz;repetindo o que já disse mil
..AFINAL O NOSSO PORTUGAL;TEM TUDO.E LÁ NA MINHA PROVÍNCIA DO NORTE,TEM TUDO.Ká tou eu;mais uma vez;repetindo mais de mil vezes;o que já aqui o disse;e repetindo..Nós em portugal temos tudo;para tudo dar certo..Só falta acertar numa coisa;e aí tem sido o mais difícil;sempre...ou seja,ao longo dos nossos quase 900 anos de história..POUCOS DIRIGENTES;EM NOSSO PORTUGAL;TÊM DEFENDIDO A NOSSA PÁTRIA..APENAS SE TÊM SERVIDO DELA;PARA COMEREM E BEBEBEREM E ATÉSIDO TRAIDORES Á MÃE PÁTRIA..Mas me parece;que começamos a ter essa consciência;e assim vão mudando as mentalidades;e quem sabe se um dia ;o nosso portugal;deixará de ser um país do 3-o mundo;e até poderá ultrapassar muitos que hoje estão ´pa frente do nosso portugal.NO passado;já demos novos mundos;ao mundo;e espero e faço a minha parte;para que o nosso portugal atinja esse nível;tão desejado;pela maioria do nosso povo...Só a maioria das elites;ainda é que não perceberam;que também vão ganhar..Mas como as nossas elites;sempre foram tacanhas;e retrógadas e velhacas;sempre só olhavam para o umbigo delas;mas está na hora de mudarem;e todos vamos lutar;para que o nosso portugal seja de todos;e que todsos vivam felizes;e sem exclusão;e sem medo de todos terem uma vida digna;e não só para estas antigas castas;e para as novas que se originaram do 25 de abril de 74..Em nome do povo;e me parece;que tem sido mais conversa;que outra coisa..OU SEJA;APÓS O 25 DE ABRILDE 74;TEM SIDO MUITA PARRA;E POUCA UVA..ATÉ QUANDO..??CUMPTS..KANTIFLAS.
COINCIDENCIAS, OU TALVEZ NÃO...
A empresa Felmica (em questão) pertence ao grupo Mota Engil.
Estão a ver... Coelhone...
Palavras para quê?
De qualquer modo seria bom, mas não para nós!
Comentários 32 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub