172
Anterior
Partido de Berlusconi recusa colaborar com Monti
Seguinte
2013 A nova odisseia no espaço
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   O Expresso e Artur Baptista da Silva

O Expresso e Artur Baptista da Silva

Esclarecimento de Nicolau Santos, diretor-adjunto do jornal Expresso sobre o caso Artur Baptista da Silva que se diz ser das Nações Unidas. O Expresso resolveu despublicar a entrevista datada de dia 15 devido às fortes suspeitas de burla que recaem sobre Baptista da Silva.
|
O cartão de visita que Artur Baptista da Silva apresenta

1.    O Expresso publicou na sua edição de 15 de dezembro no caderno de Economia uma entrevista com Artur Baptista da Silva, suposto membro do PNUD e supostamente encarregue pela ONU de montar em Portugal um Observatório dos países da Europa do sul em processos de ajustamento.

2.    O primeiro contacto entre Artur Baptista da Silva e eu próprio ocorreu a pedido dele para me apresentar as linhas gerais da conferência que iria proferir no Grémio Literário a 4 de dezembro, o que aconteceu, tendo sido introduzido pela presidente do American Club, Anne Taylor.

3.    O Expresso, e eu em particular, errámos ao dar como adquirido que a informação que nos estava a ser prestada era fidedigna e não carecia de confirmação. Pelo facto, peço desculpa aos leitores e aos espectadores por este falhanço profissional inadmissível ao fim de 32 anos de jornalismo.

4.    É na sequência desse encontro que o Expresso entrevista Artur Baptista da Silva e a publica a 15 de dezembro. A 21 de dezembro, a meu convite, Artur Baptista da Silva participa no programa Expresso da Meia-Noite da SIC Notícias.

5.    A entrevista ao Expresso tem repercussão internacional e a Reuters traduz uma grande parte para inglês. O jornal norte-americano "Chicago Tribune" dá também relevo à entrevista.

6.    Tudo indica que Artur Baptista da Silva não exerce os cargos e as responsabilidades que dizia ocupar e que as declarações que fez não vinculam nem a ONU nem o PNUD. Investigações conduzidas pelo Expresso e por outros órgãos de comunicação social indicam que Artur Baptista da Silva não faz nem nunca fez parte dos quadros de nenhuma daquelas organizações.

7.    Artur Baptista da Silva intitula-se também professor em "Social Economics", na Milton Wisconsin University, nos Estados Unidos da América. Consultados os sites alusivos aquela universidade constata-se que ela encerrou em 1982.

8.    O Expresso e eu próprio assumimos este erro e iremos reforçar os mecanismos que permitam um controlo acrescido sobre a credibilidade das fontes com que lidamos diariamente.

 


Opinião


Multimédia

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 172 Comentar
ordenar por:
mais votados
Eh!Eh!
É pá, eu adorei ouvir o homem, deixou o Pires de Lima sem resposta, mas digam-me cá, afinal os números e os factos por ele referidos estão correctos ou não? O tal de consórcio bancário para completar os fundos estruturais existiu e financiou os tais 41% da dívida ou não? O caso de Hypobank existiu e foi assim que se passou, ou não? Isso é que interessa, agora doutores e especialistas sem o serem está o governo cheio, a começar no relvas, factos verdadeiros isso é que interessa. E qual o problema do cheque sem cobertura? Alguém sabe o valor? Afinal a lista dos devedores ao BPN está cheia de gente de "bem" e bem próxima do PR.
Afinal quem é que anda a burlar quem ?
Ho, HO, HO, o Sr Batista era o Pai Natal a fingir!
JORNISTS E COMENTS"NICOLAU" CRIARAM O ARTUR QUE
Re: Eh!Eh!
Eh!Eh! ... Está-nos a dizer....
Re:Passa tanto corrupto laranja pelas T.V.s,que..
Re: Re:Passa tanto corrupto laranja pelas T.V.s,q
Re: O Expresso e Artur Baptista da Silva
Re: Eh!Eh!
Re: Eh!Eh!
Re: Eh!Eh!
Re: Eh!Eh!
Aguardo
Aaguardo com curiosidade os cometários dos resistentes, brincas e companhia.

Uma coisa eu tenho que agradecer ao Expresso.

Hoje já me ri bastante.

Bom Natal a todos
O meu comentário pode ler aqui. Bom Natal
Re: O meu comentário pode ler aqui. Bom Natal
Re: O Nicolau deixa la o Relvas tambem da entrev..
Re: O Nicolau deixa la o Relvas tambem da entrev..
Re: O Nicolau deixa la o Relvas tambem da entrev..
Afinal quem é que anda a burlar quem ?
Caro Alix07. Bom comentário. parabens......
Re: Caro Alix07. Bom comentário. parabens......
Re: Aguardo
Caro goias. Muito bem metido esse video.Parabens
HO, HO, HO o Sr Batista era o Pai Natal a fingir!
Re: Aguardo (?)
Re: Aguardo (?)
Re: Aguardo (?)
Re: O Expresso e Artur Baptista da Silva
Caro Nicolau,
Estou consigo, o artista é esperto, até o nosso Sporting já foi enganado por este Chico...
Eu costumo dizer que o mais difícil que temos na vida é saber escolher os amigos... Quanto mais um um burlão com dependência em protagonismo, eles estão sempre ávidos de protagonismo e estudam a maneira até à exaustão, não se deixe afetar por este incidente.
Um bom Natal.
Tem toda a razão!!!!!
Re: Tem toda a razão!!!!!
Re: Este comparado com alguns e um menino
Re: O Expresso e Artur Baptista da Silva
Re: O Expresso e Artur Baptista da Silva
Re: O Expresso e Artur Baptista da Silva
Re: O Expresso e Artur Baptista da Silva
Re: O Expresso e Artur Baptista da Silva
E o caso das bolachas?
Ò Nicolau, só tu é que engoliste esta. Desmente ainda todas as outras patranhas que trazes para o teu Jornal, como aque da historieta das bolachas.
Ainda hoje dizias na rádio que achaste o discurso dele coerente e credivel. Credivel? Já viste o que ele disse na SIC.
A tua seleção de fontes é assim: se disser mal do governo, serve.
Um popuco de dignidade dava para te demitires.
Re: E o caso das bolachas?
Re: E o caso das bolachas?
Re: E o caso das bolachas?
Re: E o caso das bolachas?
Pesquise na net o hypo bank bankruptcy
Re: Pesquise na net o hypo bank bankruptcy
Expresso e Artur Baptista da Silva
Falta de profissionalismo. O homem é um amador ao é do Passos e do Relvas, caso contrário não tinha sido descoberto em tão pouco tempo. Vejam só que os outros dois mesmo dois anos passados ainda muita gente continua a acreditar e mesmo depois de descobertos, continuam a desempenhar o lugar como se nada se passasse.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/licenciatura-de-relvas.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/12/17-novos-proverbios-populares.html
Re: Expresso e Artur Baptista da Silva
Re: Expresso e Artur Baptista da Silva
Não percebo os jornalistas
São entrevistas ou tempos de antena?

Bastaria perguntar a esse pseudo coordenador do grupo ou Observatorio e aos restantes 6 economistas, o que andaram a fazer durante todo o tempo!

Ou se via que andaram a viver à grande e à francesa em Nova Iorque e agoram andavam a mandar bitaites sobre austeridade ou não passavam de um burlões, como é o caso.

Como é lógico, e tem sido norma, o Expresso/SIC, prefere a opção tempo de antena.
"PARA A PRÓXIMA"
Levem ou deixem falar um Homem do Povo mesmo que não leve cartão ou fato e gravata.
Para quando um "Expresso da meia noite" ou um debate com pessoas (escolhidas é certo) mas "normais" que as há a rodos para falar de tudo um pouco e da vida que se está a tentar levar direita.
  Podem é não ter fato e gravata ou láço....Solução oferecerem a roupa se tal for muito importante.
Mas no meio destes iluminados este "CARNATAL" até tem a sua piada.
Tèm o que merecem do alto da sua supra sumo sabedoria e prespicácia.
De resto estamos fartos de sempre estarem as mesmas vedetas que correm de um estúdio para outro a recibos,de borla ou ....Pois deve haver de tudo.
kácus
Nicolau,tire o lacinho!
Costa e Nicolau Santos
Ao nivel dos paquistaneses contratados pelo Sócrates para a campanha eleitoral.

Já agora
Se Ricardo Costa vai rever a forma como verific as credenciais dos seus entrevistados, reveja tambem a forma e os criterios como o Expresso censura os comentários colocados.

Ou então assuma explicitamente o enviesamento à esquerda que HM refere.
Este senhor
Este senhor deve ter sido recrutado nas Amoreiras.

Devia estar a fazer compras com aquela senhora que não conseguia pagar.

Deverá ter dito: é inadmissivel esta austeridade que não permite a uma Mãe pagar as compras para a sua filha.

NS que ouviu e relatou a história, contratou-o logo para o programa.
Eu não ouvi nem li a entrevista desse senhor, mas
parece-me que o homem disse coisas mais acertadas que muitos comentadores de serviço nos vão impingindo nas várias televisões e jornais....
Afinal quem é que anda a burlar quem ?
Parabens pelo seu comentário. Bom Nata
Re: Eu não ouvi nem li a entrevista desse senhor,
Re: Eu não ouvi nem li a entrevista desse senhor,
Re: Eu não ouvi nem li a entrevista desse senhor,
Re: Eu não ouvi nem li a entrevista desse senhor,
'O burlão e o jornalismo
Vá-se lá saber porquê (6º sentido?), não quis comentar essas notícias, não obstante elas terem tudo para me agradarem. A primeira coisa que me ocorreu de insólito foi a novidade de um órgão de uma instituição que agrega múltiplos sistemas económicos, poder deliberar sobre soluções económicas. A ONU até pode oferecer ajuda em relação a estados falhados, onde nenhuma solução está credibilizada, talvez até possa monitorizar metas de direitos humanos universais, mas não me lembro de alguma vez ter emitido juízos deste tipo, "ever"!

Note-se que o que aconteceu foi uma desmistificação do homem, não dos seus conteúdos. Ontem foi a primeira vez em que ele foi denunciado, mas a notícia é de 15 de Dezembro ou anterior. É demasiado tempo para uma fraude óbvia se aguentar. Aqueles que seriam postos em causa pela entrevista, nunca teriam deixado passar tanto tempo se se sentissem seguros do que fazem. Em outras palavras, o descrédito não é só do Expresso e companhia, é de todos. Se o conteúdo fosse "falso", não se aguentaria 3 dias, quanto mais 8.

Num sentido, isto faz-me lembrar o caso de Alessio Rastani, cuja entrevista desassombrada à BBC ("Quem governa o mundo é a Goldman Sachs"), levou esta a perguntar-se se tinham emitido uma entrevista falsa. Nenhum média está imune à rasteira da notícia falsa, o que os distingue depois é como lidam com ela depois.

Este caso nem é grave. Muito mais censurável é quando se publicam "recados" sem identificar mesmo as fontes.
Afinal quem é que anda a burlar quem ?
Não é grave?
Re: Não é grave?
Re: Não é grave?
Re: 'O burlão e o jornalismo
Artur Batista da Silva
Todas as estações e orgãos de comunicação social retiraram entretanto todas as notícias relacionadas com "Artur Baptista da Silva". Lamentável que às mentiras do Impostor que ocupa o cargo de 1ª Ministro não aconteça exactamente o mesmo.....
devias ter perdido todas as mordomias.....
Afinal quem é que anda a burlar quem ?
Um simples burlão organiza coloquios , dá comunicados , até é entrevistado na televisão , mostra um discurso mais coerente e acertado que a grande maioria dos nossos políticos e comentadores , ninguem pôe em causa durante uma semana o seu discurso e não é apanhado devido ao mesmo , mas sim pela imprensa sensacionalista da nossa praça habituada a perseguir a vida privada das pessoas.

O problema não foi o acto do burlão em si mas sim o eco que têve e o facto de não ter sido apanhado por qualquer contradição no seu discurso.

Se até um simples discurso de um burlão com duas ideias encadeadas tem mais eco e credibilidade que a grande maioria dos nossos politicos e comentadores , é caso é para perguntar , quem anda a burlar e a enganar quem ?

Se este simples burlão , ou se os nossos politicos e muitos comentadores da nossa praça.

A verdade é que foi preciso este simples burlão para pôr a nu as responsabilidades da UE na explosão do nosso endividamento , facto que é alvo internamente de um silêncio cúmplice.

Mas o facto mais grave desta história , é ser preciso a acção de um burlão para trazer alguma contradição e pôr em causa o discurso a mofo que circula no fechado circuito mediático e controlado nacional.

Quando só um burlão consegue furar esse bloqueio , isto fala bem do estado a que chegou o nosso país , quando só burlões conseguem pôr em causa o sistema é porque somos dominados por burlões , o Relvas é só a gota de água de uma realidade muito maior.
Re: Afinal quem é que anda a burlar quem ?
Fontes há muitas....
"8.O Expresso e eu próprio assumimos este erro e iremos reforçar os mecanismos que permitam um controlo acrescido sobre a credibilidade das fontes com que lidamos diariamente."

Caro NS, limite-se às fontes vindas de Paris, elas nunca o enganaram.....

Só o País é que saiu enganado e falido.....
Comentários 172 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub