16 de abril de 2014 às 19:40
Página Inicial  ⁄  Dossiês  ⁄  Dossies Atualidade  ⁄  Lusófona  ⁄  O caso da brevíssima licenciatura de Relvas

O caso da brevíssima licenciatura de Relvas

Um ano foi o tempo que levou ao ministro Miguel Relvas a fazer a licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais. Clique para visitar o dossiê Lusófona
Alexandre Costa (www.expresso.pt)
O caso da brevíssima licenciatura de Relvas  António Pedro Ferreira

Uma licenciatura de três anos realizada em apenas um. O caso da licenciatura de Miguel Relvas em Ciência Política e Relações Internacionais na Universidade Lusófona é hoje notícia em vários jornais, entre os quais o "í" ao qual o ministro explicou que a conclusão foi "encurtada por equivalências reconhecidas e homologadas pelo Conselho Científico da referida universidade em virtude da análise curricular a que precedeu previamente".

Clique para aceder ao índice do Dossiê Lusófona

Relvas entrou para o curso da Lusófona em outubro de 2006, já depois de ter sido secretário de Estado da Administração Local no Governo de Durão Barroso, e obteve o diploma em dezembro de 2007.

"Tirei o curso de Ciência Política e Relações Internacionais na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, em Lisboa, depois de ter frequentado, na década de 80, os cursos de Direito e História", declarou o atual governante ao "i".

Apenas uma cadeira e com 10 valores 


O "Público" refere, contudo, que apesar de Relvas ter anteriormente frequentado os referidos cursos, apenas tinha concluído uma cadeira, com a classificação de 10 valores.

Segundo o "i", Felciano Barreiras Duarte, atual secretário de Estado de Relvas, era professor do curso de Relvas na Lusófona.

A questão da licenciatura de Relvas foi levantada a 7 de junho pelo jornal "Crime" com um artigo que tinha como título "Miguel Relvas não revela percurso académico". Entretanto o jornal publicou outras notícias sobre o assunto que ganhou destaque nas redes sociais.

O governante acabou por falar sobre o assunto na edição de hoje do "i": "Tendo iniciado a minha atividade política e profissional ainda muito jovem, num altura em que a política mobilizava milhares de cidadãos na primeira década após o restabelecimento da democracia em Portugal, esta intensa participação cívica em que me empenhei tornou-se, à época, incompatível com as obrigações académicas".

Comentários 226 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Ministério da educação
Não há um piedoso jornalista que pergunte ao sr.ministrp Cratp o que pensa destas licenciaturas "espresso" ????

Já copm a história da maçonaria, secretas e Público, Relvas tinha saído todo chamuscado. Agora fivou ainda mais queimado e a manutenção de semelhante oportunista no governo, só tem o efeito de descridibilizar.

Claro que os os outros ministros. com um mínimo de decência já deviam ter encostado Passos à parede.
  Crato, Macedo,Gaspar etc como é que podem permitir serem confundidos com as relvices de um fura-vidas, bom para vender automóveis em segunda mão ???

Se engulirem mais este sapo, será o fim da pouca credibilidade de toda a equipa.
Demissão de Relvas, já !!!!!!!
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Eu sou laranja e não esperava este brinde. Ver comentário
Na edição da noite da SIC Notícias... Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Toda esta podridão só demonstra a M**** de país Ver comentário
Re: Toda esta podridão só demonstra a M**** de paí Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
O relvas é que manda no coelho Ver comentário
Demissão?!?! Nada disso! Mais uma vez, o Relvas... Ver comentário
Re: Demissão?!?! Nada disso! Mais uma vez, o Relva Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Re: Ministério da educação Ver comentário
Belas e Monstros Ver comentário
Para quê PERGUNTAR ao ME? ... é lei do Bolonha? Ver comentário
Três possíveis abordagens.
Primeira - a do Generoso Benefício da Dúvida. Relvas apresentou a sua história de vida, o seu percurso académico, e o Conselho Científico decidiu atribuir-lhe equivalências a quase todas as cadeiras ao abrigo de "Bolonha". Relvas provou que tinha estado lá, em Bolonha, daí a valência de Relações Internacionais.
Segunda - a do Generoso Usufruto da Dúvida. Relvas compilou relatórios, pareceres e despachos sobre os membros do Conselho Científico, elaborados por entidades que aqui não podem ser divulgadas (chiu!....). Conquistou assim a Valência de Ciência Política.
Terceira - a da Generosa Complacência na Dívida. Relvas demonstrou ao Conselho Científica capacidade e conhecimento para lidar com a Dívida. O CC não teve Dúvida: licencie-se o Relvas.
Passo seguinte: Doutoramento em Ciências Ocultas!
Re: Três possíveis abordagens. (alternativa) Ver comentário
Re: Três possíveis abordagens. (alternativa) Ver comentário
Re: Três possíveis abordagens. (alternativa) Ver comentário
Re: Três possíveis abordagens. (alternativa) Ver comentário
Re: Três possíveis abordagens. (alternativa) Ver comentário
Re: Três possíveis abordagens. Ver comentário
O caso-da-brevissima-licenciatura-de-relvas
Quem semeia ventos arrisca-se a colher tempestades. Em tempos que já lá vão, quem foi que disse que os filhos de Sócrates se deviam envergonhar de ter tal pai. Afinal os filhos de Relvas devem sentir-se orgulhosos de ter um pai que tira uma licenciatura num ano. É obra e não é para todos, mas somente para génios. Deve ser a única pessoa que tal conseguiu. Falta saber se o primeiro ministro não é também um génio assim. Afinal Sócrates sempre tirou um curso de 3 anos Agente Técnico numa Universidade Pública com credibilidade. Afinal que dizem a tudo isto todos os que não se cansaram de fazer chacota, acusando-o que tirou o curso ao domingo. Relvas provavelmente foi num dia Santo, talvez num dos feriados que vão ser abolidos.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/04/velho-e-o-burro-ha-tantos-burros.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/06/helena-roseta-denuncia-miguel-relvas.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/05/curriculum-vitae-de-passos-coelho.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/06/demita-se-senhor-primeiro-ministro.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/mudanca-de-fisionomia-passos-salazar.html
Afinal, Relvas sabia perfeitamente do que falava.. Ver comentário
Re: Afinal, Relvas sabia perfeitamente do que fala Ver comentário
Re: O caso-da-brevissima-licenciatura-de-relvas Ver comentário
Re: O caso-da-brevissima-licenciatura-de-relvas Ver comentário
Re: O caso-da-brevissima-licenciatura-de-relvas Ver comentário
O parágrafo que diz tudo!
«O "Público" refere, contudo, que apesar de Relvas ter anteriormente frequentado os referidos cursos, apenas tinha concluído uma cadeira, com a classificação de 10 valores.»

Ora bem, o "moço" andou, andou e tanto tempo (e tão bem!)estudou que só concluiu uma cadeira! Ora para mim, ou ele tem um CV que vale por dezenas de cursos, ou alguém que apenas conclui uma cadeira - depois de frequentar dois cursos - com uma nota miserável (a mínima, já agora) não pode (nunca na vida!) tirar um curso de 3 anos e em apenas 1!
O que o dinheiro e a influência não contam neste país de mafiosos!

Turbo-ministro
Afinal, subestimei o Relvas. Quem consegue acabar uma licenciatura num ano, deve ser mesmo brilhante. Agora só falta Passos Coelho pôr os talentos do seu turbo-ministro ao serviço do país.
Re: Turbo-ministro Ver comentário
Corta-relvas Ver comentário
Re: Turbo-ministro Ver comentário
Re: Turbo-ministro Ver comentário
Re: Turbo-cursos e o bosão de Higgs.... Ver comentário
Massa Ver comentário
O R. foi já tratar de arranjar um Mega Hiper Higgs Ver comentário
A ser verdade... Demitido
Já bastou o Socrates e o Prof. Morais.
Re: A ser verdade... Demitido Ver comentário
Re: A ser verdade... Demitido Ver comentário
Re: A ser verdade... Demitido Ver comentário
Re: A ser verdade... Demitido Ver comentário
Re: A ser verdade... Demitido Ver comentário
Re: A ser verdade... Demitido Ver comentário
Re: A ser verdade... Demitido Ver comentário
Re: A ser verdade... Demitido Ver comentário
Um País cheio de bestilaidades
Vivemos num país onde estas "bestialidades" se tornaram o pão nosso de cada dia, arremessados para cima do pobre cidadão pelas máquinas partidárias, como pagamento do trabalho por eles feito em campanhas eleitorais, nos lobies autárquicos...!!
Somos obrigados a aturar esta cáfila de benfeitores, porque o Poder necessita destes caciques para domesticar as massas.
Com honrosas excepções, a maior parte dos políticos que nos tem governado na última década, estes incluídos, não passam de ignorantes ou gente mesmo muito incompetente, impreparada para gerir uma Autarquia, quanto mais os destinos de Portugal.

O desaparecido em combate voltou!!!!!!!! Ver comentário
Vou reclamar os meus títulos
Meus senhores, vamos lá a ver se quem faz uma cadeira é licenciado, eu que fiz quatro no ISEL sou engenheiro, quero o meu título académico, já.
Licenciaturas

Já estava admirado que a questão das habilitações académicas não viesse a lume.
O paralelismo é por demais evidente:
Público/Bárbara Reis vs. TVI/Manuela Moura Guedes
Independente vs. Lusófona
Casas da Guarda vs. Secretas
Só falta o Freeport do Relvas e o quadro fica completo.

É disto que o meu povo gosta.
Disto, de novelas e de futebol.
Já a política, a economia e as finanças são uma maçada, e só damos por elas quando é altura de pagar a conta.
Re: Licenciaturas Ver comentário
Re: Licenciaturas... Ver comentário
Re: Licenciaturas... Ver comentário
Licenciaturas... Ver comentário
Exatamente Ver comentário
Desconfio que isto seja só a ponta do iceberg
Desconfio que isto seja só a ponta do iceberg , se investigassem a serio este assunto , muito possivelmente apanhariam mais politicos com cursos relâmpago ou expedientes parecidos.

Principalmente investigar os cursos daqueles políticos que andaram pelas jotas.

Costuma-se dizer se um caso surpreende , dois deveria dar o azo a desconfianças e ao alerta geral.

Quantos mais políticos terão recorrido a expedientes para tirarem os seus cursos ?
E é só o Relvas?
E o Hermínio Loureiro (PSD)?
E o Sr. Eng.º Técnico Pinto de Sousa (PS)?
E já agora! E o vereador (CDU) da minha terra que tem o 9º ano de escolaridade e uma "Pós-Graduação" dada por uma dessas Universidadezecas?
Re: E é só o Relvas? Ver comentário
Re: E é só o Relvas? Ver comentário
RUA COM O RELVAS, JÁ
mas esse aldrabão ainda está no governo?
vergonha!
Um autêntico escândalo, esta notícia. Havia por aqui um comentador, já não me lembro do nick, que afirmava que Relvas não tinha qualquer curso muito antes desta história vir a lume. Dou-lhe os meus cumprimentos, caso chegue a ver este comentário.
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
Re: vergonha! Ver comentário
SAI UMA RAPIDINHA PARA O RELVAS!
Os tribunais têm agora uma boa oportunidade para averiguar as rapidinhas que nos têm governado!
A outra do governo Sócrates também " tinha tirado o mestrado num mês" na América! Estes politicos não merecem nenhuma confuança!
Re: SAI UMA RAPIDINHA PARA O RELVAS! Ver comentário
Declarações de Passos Coelho
«Passos Coelho diz que não tem medo de manifestações (Renascença)»

Medo de quê? Reforcei, com a autorização do sr. ministro Relvas, o orçamento do MAI em mais 400 milhões e ambos autorizámos a admissão de mais 1.000 polícias, de que é que haveria de ter medo???
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub