5
Anterior
Geeks 'atacam' no Algarve
Seguinte
Jornalista japonesa morta na Síria
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Novo ataque terrorista na Turquia

Novo ataque terrorista na Turquia

Pelo menos 7 mortos em explosão de carro armadilhado em Gaziantep, cidade do sudeste da Turquia.
|
Tensão na Turquia
Tensão na Turquia / Reuters

Uma bomba explodiu hoje ao princípio da noite em Gaziantep, uma próspera cidade turca de cerca de um milhão de habitantes, a escassas dezenas de quilómetros da fronteira com a Síria. Os primeiros balanços dão conta de 7 mortos e dezenas de feridos.

A explosão ocorreu perto do quartel central da polícia daquela cidade, no bairro de Karsiyaka. A bomba detonou num carro com matrícula de Istambul, que já está a ser investigado, numa hora de bastante movimento, em pleno feriado nacional (para celebrar o fim do Ramadão). Na altura passava no local um autocarro público, onde morreram várias pessoas.

O ataque ainda não foi reivindicado, mas todas as suspeitas recaem no Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, separatista curdo). O ataque ocorreu num período de grande tensão entre o Governo de Ancara e o partido curdo turco (BDP, Partido da Paz e Democracia), dias depois de terem sido publicados fotografias e vídeos de um encontro entre deputados do BDP e militantes armados do PKK numa área remota junto à fronteira com o Iraque.

Nas imagens, deputados do BDP e militantes do PKK abraçam-se e dançam juntos, cenas que provocaram a ira generalizada num país que sofre há mais de 3 décadas o flagelo do terrorismo separatista. Na passada sexta-feira os deputados do BDP  não foram convidados para a habitual festa parlamentar que marca o fim do Ramadão.

O ataque desta noite ocorreu numa zona sensível devido à proximidade da Síria. Gaziantep dista apenas cerca de 130km de Alepo, e há vários campos de refugiados sírios no lado turco da fronteira.

Ancara, que contabiliza já cerca de 70 mil refugiados, fez hoje saber que os seus campos só aceitarão mais 30 mil sírios, após o qual terá de fechar a fronteira. Por outro lado, a constatação de que algumas áreas do norte da Síria são agora controladas por militantes curdos sírios tem causado alarme na capital turca.


Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 5 Comentar
ordenar por:
mais votados
Os Curdos são um proble3ma nessa zona dado que
lhes foi prometida uma Pátria depois da seguna gueera mundial e ao contrário do que fizeram com Israel isso não aconteceu...
Re: Os Curdos são um proble3ma nessa zona dado que
Com chechenos, curdos, afegãos,
militantes da Al Qaeda, líbios e um amontoado de mercenários, é todo o fogo que o barril de pólvora precisa para voar pelos ares ... É uma festa para os amantes das armas e mercadores da morte. Rio Grande
Tristeza
"Nas imagens, deputados do BDP e militantes do PKK abraçam-se e dançam juntos, cenas que provocaram a ira generalizada num país que sofre há mais de 3 décadas o flagelo do terrorismo separatista."

É triste quando a politica chega a isto! Celebrar atentados no próprio país e aliarem-se a uma organização terrorista diz muito sobre a importancia que eles dão ao povo que os elegeu. Presumo que o pensamento deles é: "Para que serve a diplomacia quando podemos pura e simplesmente rebentar com tudo até cederem?"
Os curdos os culpados?
A Turquia faz fronteira com: Chipre,Bulgaria,Arménia,Azerbeijão,Iraque IRÃO,SIRIA,e o inimigo de estimaçao dos turcos Grécia !!!
Mas que jeitão a Turquia fazer fronteira com o IRÃO!!!
Coitados do curdos que lhes pormeteram um País depois da segunda guerra e ate hoje nem um bocado de areia tiveram,mas vão dár um jeitao para a invasão´ao Irão.!!!!
Comentários 5 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub