23 de abril de 2014 às 15:41
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Novo ataque terrorista na Turquia

Novo ataque terrorista na Turquia

Pelo menos 7 mortos em explosão de carro armadilhado em Gaziantep, cidade do sudeste da Turquia.
José Pedro Tavares, correspondente em Ancara (www.expresso.pt)
Tensão na Turquia Reuters Tensão na Turquia

Uma bomba explodiu hoje ao princípio da noite em Gaziantep, uma próspera cidade turca de cerca de um milhão de habitantes, a escassas dezenas de quilómetros da fronteira com a Síria. Os primeiros balanços dão conta de 7 mortos e dezenas de feridos.

A explosão ocorreu perto do quartel central da polícia daquela cidade, no bairro de Karsiyaka. A bomba detonou num carro com matrícula de Istambul, que já está a ser investigado, numa hora de bastante movimento, em pleno feriado nacional (para celebrar o fim do Ramadão). Na altura passava no local um autocarro público, onde morreram várias pessoas.

O ataque ainda não foi reivindicado, mas todas as suspeitas recaem no Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, separatista curdo). O ataque ocorreu num período de grande tensão entre o Governo de Ancara e o partido curdo turco (BDP, Partido da Paz e Democracia), dias depois de terem sido publicados fotografias e vídeos de um encontro entre deputados do BDP e militantes armados do PKK numa área remota junto à fronteira com o Iraque.

Nas imagens, deputados do BDP e militantes do PKK abraçam-se e dançam juntos, cenas que provocaram a ira generalizada num país que sofre há mais de 3 décadas o flagelo do terrorismo separatista. Na passada sexta-feira os deputados do BDP  não foram convidados para a habitual festa parlamentar que marca o fim do Ramadão.

O ataque desta noite ocorreu numa zona sensível devido à proximidade da Síria. Gaziantep dista apenas cerca de 130km de Alepo, e há vários campos de refugiados sírios no lado turco da fronteira.

Ancara, que contabiliza já cerca de 70 mil refugiados, fez hoje saber que os seus campos só aceitarão mais 30 mil sírios, após o qual terá de fechar a fronteira. Por outro lado, a constatação de que algumas áreas do norte da Síria são agora controladas por militantes curdos sírios tem causado alarme na capital turca.

Comentários 5 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Os Curdos são um proble3ma nessa zona dado que
lhes foi prometida uma Pátria depois da seguna gueera mundial e ao contrário do que fizeram com Israel isso não aconteceu...
Re: Os Curdos são um proble3ma nessa zona dado que Ver comentário
Com chechenos, curdos, afegãos,
militantes da Al Qaeda, líbios e um amontoado de mercenários, é todo o fogo que o barril de pólvora precisa para voar pelos ares ... É uma festa para os amantes das armas e mercadores da morte. Rio Grande
Tristeza
"Nas imagens, deputados do BDP e militantes do PKK abraçam-se e dançam juntos, cenas que provocaram a ira generalizada num país que sofre há mais de 3 décadas o flagelo do terrorismo separatista."

É triste quando a politica chega a isto! Celebrar atentados no próprio país e aliarem-se a uma organização terrorista diz muito sobre a importancia que eles dão ao povo que os elegeu. Presumo que o pensamento deles é: "Para que serve a diplomacia quando podemos pura e simplesmente rebentar com tudo até cederem?"
Os curdos os culpados?
A Turquia faz fronteira com: Chipre,Bulgaria,Arménia,Azerbeijão,Iraque IRÃO,SIRIA,e o inimigo de estimaçao dos turcos Grécia !!!
Mas que jeitão a Turquia fazer fronteira com o IRÃO!!!
Coitados do curdos que lhes pormeteram um País depois da segunda guerra e ate hoje nem um bocado de areia tiveram,mas vão dár um jeitao para a invasão´ao Irão.!!!!
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub