Anterior
Santana junta Manuela e Portas
Seguinte
Empresas recrutam talentos na Net
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Nova barra do Google com tradução instantânea

Nova barra do Google com tradução instantânea

Já era possível pesquisar uma página no Google e traduzi-la para português do Brasil. Agora, a nova barra de ferramentas, coloca-o à distância de um clique.

Nova barra do Google com tradução instantânea

Imagine que precisa mesmo de ler uma notícia num site alemão e não percebe nada de... alemão. Agora, tem duas hipóteses: Ou vai à procura dessa 'estória' noutro site ou traduz instantaneamente a página utilizando a nova barra da Google .

A empresa norte-americana que desenvolveu o mais popular motor de pesquisa da Internet, acaba de lançar uma nova versão da sua barra de ferramentas, por enquanto, disponível apenas para o Internet Explorer, o hegemónico browser (pesquisador) da sua arqui-rival, Microsoft.

Em rigor, a nova barra da Google facilita o acesso a uma funcionalidade já disponível - a tradução avançada - permitindo traduzir instantaneamente uma página de Internet em mais de 40 idiomas, incluindo o português do Brasil.

A nova funcionalidade detecta automaticamente se o idioma da página que o internauta está a ver corresponde, ou não, ao idioma definido pelo utilizador na barra de ferramentas. Sempre que assim for, pergunta se pretende traduzir a página. O Google garante que a detecção automática decorre apenas a nível do utilizador, não sendo enviado qualquer tipo de informação para esta empresa.

Clicando no botão "traduzir", que surge no lado direito do ecrã, a página é instantaneamente traduzida para o idioma do utilizador. Caso o utilizador visite outras páginas no mesmo idioma, continuará a vê-las traduzidas, não sendo necessário fazê-lo uma página de cada vez.

Nas próximas semanas a Google garante que esta funcionalidade também estará disponível para os utilizadores do Firefox, o segundo browser mais usado por quem navega na Net.

Muito mais há-de levar a Google a oferecer boas traduções a quem opte por instalar a nova barra, mas isso já é outra 'estória'.


Opinião


Multimédia

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 11 Comentar
ordenar por:
mais votados
É melhor do que nada, mas...
... a tradução deixa muito a desejar... Pobre Camões!!! Pobre Pessoa e pobre Nemésio...
Re: É melhor do que nada, mas...
Boato da má lingua
Google só reconhece o português do Brasil, mas desconhece o portuga da Covilhã!
O computador Magalhães traduz para português de Portugal, qualquer hardware ou software. É a revolução tecnológica do governo a marcar pontos...
Sem querer ofender ninguém...
Até aqui se vê a influência do Brasil.
Não quero com isto dizer que o nosso país não tem valor.
Mas mais uma vez tenho que dizer que um pais com a extenção de um continente, sensivelmente do mesmo tamanho que a União Europeia, que em +- 30 anos passa de da bancarrota, com diversas substituições de moeda, a credor do FMI, com mais de 180 milhões de habitantes, tem um peso muito grande no mundo global que começamos a construir.
Não quero com isto dizer que na questão do arcordo ortografico Portugal deva aceitar tudo o que seja proposto pelo Brasil e outros PALOPS sem nada questionar, mas acho que é de todo o interesse que se caminhe para uma forma comum de se escrever Português.
Quanto á pessoas que defendem com convicção a lingua de Camões e outros grandes portugueses de quem também me orgulho só lhes faço uma pergunta: Já tentaram ler algum texto dessa época?
Quem já o tentou sabe o quanto é dificil, e isto porque o normal é as linguas evoluirem com os passar dos anos. Que eu saiba poucas linguas não o fazem e que eu conheça só o latim, e essa está morta.
Re: Sem querer ofender ninguém...
Ou eu ando muito distraído...

... ou não consigo ver qual a "grande" novidade.

Até porque no que se refere aos serviços de tradução automática (online ou não)...

...sem comentários.

tenho pena . . .
de ver a língua Portuguesa a "vergar-se", perante o crescimento dos dialectos que rapidamente se mostram ao mundo, no Brazil, e nas ex-colónias africanas.

È uma evolução ?

Para mim é sem dúvida uma identidade que se perde.

Não gosto em nada da forma como a língua Portuguesa é falada e escrita no Brasil e nas ex-colónias.

Mas não vejo outro futuro se não juntarmo-nos a está crescente " evolução" na Lusofonia.

Há aspectos muitos positivos aos quais não podemos fechar os olhos.
funciona! as traduções não falham...
Luís filipe Vieira = Garoto
Sócrates = Incompetente
Pinto da Costa = Dragão

Se julgam
que isto é uma melhora para Portugal... por quê, já que sempre estou a ver essas comparações com os espanhóis e as suas "grandes melhoras" não se sentaram a ver que ainda que existem muitas diferenças com o espanhol da Espanha e o "hispano" ainda ninguém teve a GRANDE INDECÊNCIA de fazer tal acto denigrante em contra da língua origina??!!

Vergonha sinto já não de ver que exigem essa demarcação, aliás também das novas gerações que já nem sabem escrever bem o português!!

Por acaso, eu personalmente, vou-me negar a ussar este traductor!! para qué? erros já tenho como para encima agravá-los!!
Respeitar o português de Portugal
O browser Bing da Microsoft, tardio e incipiente, insiste, até aqui, em respeitar o português de Portugal.
(Veja-se os seus settings)

Alguma coisa se devia fazer em relação ao Google...

(A língua é muito mais que uma ferramenta)
Não sejam atrasadinhos
A língua pertence a quem a fala e não a um conjunto de pretenços iluminados.

Viva o Português do Brazil, da China e do Japão.

Comentários 11 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub