Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Parlamento da Saúde: as duas medidas de Economia do Conhecimento

A comissão foi elogiada por ter apresentado propostas concisas

Rodrigo Cabrita

A Comissão de Economia do Conhecimento do Health Parliament Portugal (HPP) apresentou duas grandes medidas, ambas aprovadas em assembleia. O Parlamento da Saúde reuniu este sábado para aprovar propostas que serão solidificadas até junho e depois reunidas num documento com todas as recomendações do projeto do Expresso, Janssen, Universidade Nova e Microsoft. Esta semana publicamos, todos os dias, as propostas aprovadas de cada comissão

Há dois grandes grupos sobre os quais a Comissão de Economia do Conhecimento quer atuar: "a inovação no Serviço Nacional de Saúde" e "as métricas e indicadores e o recurso a estas para o desenho de uma estratégia de especialização inteligente".

Em relação ao primeiro ponto, impõe-se a pergunta: como dinamizar e agilizar a implementação e difusão generalizada de inovação de valor adicionado a diferentes níveis, de uma forma sustentável e eficaz?

A comissão propõe "a criação de um enquadramento que fomente a demonstração do valor da inovação (definida de um modo lato, ex. digital health, care pathways, sistemas de informação, inovação organizacional, etc.)", a sua adoção e difusão no sistema de saúde. "As nossas recomendações promovem e complementam o plano estratégico contemplado na Resolução de Conselho de Ministros 22/2016", referem.

Segundo ponto. O grupo de trabalho de Economia e Conhecimento considera as métricas e indicadores "fundamentais para a tomada de decisão e planeamento estratégico a nível nacional, permitindo identificar oportunidades e áreas onde Portugal possa ser mais competitivo a nível de investigação e áreas investimento crucial de acordo com o perfil de saúde da nossa população".

Como tal, a proposta "visa uma definição de métricas que possam representar uma base real de apoio para a identificação de aspectos fortes e aspetos a melhorar na estrutura da Saúde, assim como avaliar o impacto económico e societal do investimento, permitindo tomadas de decisão baseadas em evidência".

As propostas da Comissão de Economia da Saúde estão aqui reunidas.