Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Congresso do PS aplaude de pé Guterres com Vangelis

Marcos Borga

Desde 2000 que Guterres não pisava um palco de um congresso do PS. Agora brincou com a ausência

Helena Pereira (Texto), Sic Notícias (Vídeo)

António Guterres de novo num congresso do PS foi recebido com aplausos e todos os delegados de pé. O ex- primeiro-ministro discursou por breves instantes para desejar os “maiores êxitos a Antonio Costa” e ao PS, mas teve direito a entrada na sala com a música de sempre, de Vangelis, o hino que adotou no anos em que esteve à frente do PS como primeiro-ministro, entre 1995 e 2001. Demitiu-se na noite das autárquicas de dezembro de 2001 na sequência de um mau resultado tendo sido substituído por Ferro Rodrigues na liderança do PS no congresso imediatamente seguinte em 2002.

Foi o momento mais emotivo do dia que segue morno. Guterres brincou ainda com a sua ausência de 16 anos em congressos. Justificou-se com os 10 anos como Alto Comissário da ONU para os Refugiados. “Se as coisas correrem bem não estarei aqui de novo tão cedo”, disse referindo-se à sua candidatura em curso ao cargo de secretário-geral da ONU.

“As saudades que tinha de aqui estar”, foram as primeiras palavras que dirigiu aos congressistas. Foram pouco mais de três minutos que aqueceram a sala do pavilhão da FIL em Lisboa.