Siga-nos

Perfil

Expresso

Martim Silva Diretor-Executivo

Deputados reembolsados pelo que não pagam. O futuro de Centeno. Guia da Boa Vida (os meus destaques do Expresso)

14 de Abril de 2018

Bom dia,

Ponto prévio: esta madrugada, enquanto dormia, os Estados Unidos, com o apoio do Reino Unido e de França, lançaram um conjunto de ataques aéreos sobre alvos sírios, em retaliação pelo ataque com armas químicas levado a cabo pelo regime de Assad no sábado passado.Os ataques das últimas horas visavam danificar a capacidade síria de armazenamento e produção de armas químicas e centraram-se nas zonas em redor de Damasco, Homs e e Aleppo.

Hoje é sábado 14 de abril de 2018 e está nas bancas a edição 2372 do Expresso.

Uma edição em que o jornal apresenta algumas novidades. Luís Montenegro e Sérgio Sousa Pinto passam a escrever quinzenalmente. O Henrique Monteiro tem uma nova página em que nos traz um olhar culto, divertido e muito bem escrito sobre a semana. Temos mais páginas de consumo e utilidades. E também de ciência. E temos sempre o duelo da semana.

O jornal abre com uma nova página dupla, de reflexão sobre os temas de atualidade, a que se seguem notícias de forte impacto, temas de grande desenvolvimento, páginas de secções com pontos de leitura com ferramentas de entendimento para os leitores e os melhores colunistas do país. A meio do jornal, publicamos investigações próprias, com temas de impacto no país e na vida dos leitores. No final do jornal encontrará outra nova dupla, que inclui leitura da semana e temas sobre o futuro, que nos interpelam quanto aos modelos de sociedade que estão a ser construídos. As novas rubricas são janelas para o mundo, mas o que determina a nossa relação consigo é a força de uma redação de grandes jornalistas, de grande qualidade e grade exigência consigo próprios.

O Expresso não é só um semanário, é uma casa de jornalismo com uma constelação de produtos que se adaptam à vida dos leitores: o Expresso Curto todos os dias antes das nove da manhã, o site sempre em última hora, o Expresso Diário às seis da tarde, as marcas Tribuna no desporto, Blitz na música, Boa Vida no lazer, os podcasts, as reportagens multimédia… Mas é neste semanário que nos encontramos todos os sábados há 45 anos, informando com impacto, contextualizando a atualidade e interpelando o futuro. É por isso que não trazemos novidades, somos a novidade permanente fundada nos valores do grande jornalismo.


Vamos aos temas noticiosos mais fortes desta edição:

Deputados das Ilhas Reembolsados por Viagens que Não Pagam
Já leu este título acima? Experimente voltar a fazê-lo. Agora pare, respire e pense dois segundos. E pergunte-se, como eu fiz: como é que isto é possível? Como é que isto ainda é possível?
A Mariana Lima Cunha andou semanas à volta deste assunto. A história completa é contada nesta edição. E reza assim:

Os deputados com residência no arquipélago recebem todos os meses no salário uma verba equivalente a uma viagem de avião por semana. Quando viajam para as ilhas não pagam nada pelo bilhete, portanto. Mas quando lá chegam, boa parte deles faz o que o comum dos cidadãos nacionais residentes nas ilhas faz: leva o bilhete usado aos CTT e utiliza aquilo que se designa como subsídio de insularidade: o cidadão paga 80 euros do bilhete e o resto (até 400) é ressarcido pelo Estado.

O problema aqui é que os deputados na AR que são das ilhas estão a ser reembolsados por um valor que nem sequer pagaram. Entre os utilizadores deste mecanismo está Carlos César. Os visados afirmaram nada estar a fazer de ilegal.

O Programa de Estabilidade e o futuro de Centeno
Este é outro dos temas fortes da edição. Mário Centeno apresentou ontem o Programa de Estabilidade para o quadriénio 2018-2022. No jornal contamos como o Executivo se prepara mesmo para dar aumentos à Função Pública no próximo ano. E como a meta do défice para este ano se manteve nos 0,7%, para grande furia dos partidos mais à esquerda.
Revelamos ainda como o ministro das Finanças está a pensar numa candidatura a comissário europeu em 2019, o que o levaria a não participar num segundo governo de António Costa. E contamos como Marcelo Rebelo de Sousa diz estar atento à situação, e também preocupado com a possível saída de Centeno.

Rui Rio apresentou finalmente o seu 'governo-sombra', que não é para ser chamado de governo-sombra. São 32 nomes, entre coordenadores e porta-vozes. O Filipe Santos Costa olhou à lupa para as escolhas do presidente do PSD e esmiuça-as aqui. Apenas lhe digo que descobriu, por exemplo, que o coordenador para a área da justiça fez um parecer, enquanto professor, para a Fenprof a defender a contagem integral do tempo de carreira dos professores. Uma matéria sensível e em que essa não é propriamente a posição do PSD.

Eis uma notícia que vai seguramente dar muito que falar: Portugal pode ter o equivalente a mais de 1500 milhões de barris de petróleo ao largo da Costa Vicentina. A estimativa é da ENI e da Galp. O primeiro furo, 46 quilómetros ao largo de Aljezur, está previsto para o final do ano. Os protestos devem começar bastante antes disso.


Sabe quem são a Marta Valente e a Ana Sardoeiro? Elas são as fundadoras do movimento 'Chega de Moradas Falsas'. Elas lutaram contra o sistema estabelecido há anos. E venceram. A Isabel Leiria foi falar com elas e aqui está o resultado da conversa.

Vítor Sobral é um dos mais renomados e aclamados chefs nacionais. Fomos entrevistá-lo e a conversa faz esta semana capa da Revista E.

É escusado dizer que o Sporting foi um dos temas fortes da última semana. Seguramente que deu por isso. O Pedro Candeias, editor de Desporto, mergulhou a fundo no tema e traz-nos um excelente texto. Excelente para nos ajudar a compreender o que foram estes dez dias negros. E para nos ajudar a compreender o que pode ser o futuro em Alvalade. Que dificilmente passará pela presença de Jorge Jesus no banco se Bruno de Carvalho se mantiver como presidente.


Ainda no desporto, este domingo é dia de clássico que pode decidir a época. Pedro Adão e Silva e Francisco José Viegas, conhecidos benfiquista e portista, falam-nos da partida.

Não está na edição semanal do Expresso mas é uma referência que merece ser feita. A Beleza das Pequenas Coisas é o podcast da autoria do Bernardo Mendonça. Esta semana conversa com a Clara Ferreira Alves: "Toda a gente acha Portugal uma choldra ignóbil. Mas é uma boa choldra onde toda a gente quer viver”. Para ouvir aqui.

Finalmente, uma referência para o Guia da Boa Vida que pode encontrar nesta edição do Expresso. Com ele pretendemos dar-lhe sugestões sobre o que fazer, onde ir, o que comer, ler, ver e ouvir agora que se aproximam duas pontes, com o 25 de Abril e o 1º de Maio. São mais de 60 sugestões que lhe deixamos.

Boas leituras e um excelente fim de semana.

Partilhe esta edição