Protagonistas

MyOut: não saia de casa às cegas

David Sobrinho fundou há um ano, com três amigos, um site dedicado à organização e promoção de eventos. Tem mais de 1000 visualizações diárias, mais de 1500 utilizadores e mais de 2400 seguidores no Facebook.

|
MyOut: não saia de casa às cegas

Quantas vezes, por impulso, já pensou que gostaria de sair para ver um concerto mas não sabia o que estava em cartaz no dia e na sua zona? David Sobrinho, André Rodrigues, Diogo Figueiredo e Paulo Raimundo quiseram acabar com este problema e criaram o MyOut , uma plataforma online de organização e divulgação de eventos que permite a bandas, promotoras ou mesmo fãs criarem uma conta pessoal e personalizada de forma a obterem as sugestões mais adequadas aos seus gostos.

O site já conta com mais de 1000 visualizações diárias, mais de 1500 utilizadores registados e mais de 2400 seguidores na sua página do Facebook . Mas a equipa - que atualmente conta também com seis designers - quer ir mais longe e não afasta a ideia de procurar investimento para crescer em termos de tráfego.


5 perguntas a David Sobrinho


Como surgiu a ideia, a inspiração para o MyOut?

Foi durante uma viagem por Portugal que nos apercebemos que os sites de eventos continham informação desorganizada e dispersa sendo ainda mais notório nas pequenas cidades. Em Abril de 2011 lançámos o MyOut para que seja simples encontrar eventos ou sugestões para sair de casa, tudo num só site sempre com o objetivo de dinamizar o turismo e a cultura nacional, especializando-nos na divulgação de eventos.

Quantos utilizadores registados tem o site atualmente?

O MyOut tem neste momento 1582 utilizadores registados.

E a média diária de visitantes do site?

A média diária têm sido 1000 visitas, mas chegamos a ter 1500 pessoas num só dia.

Qual é o plano para levar o site aos lucros?

O Myout ainda não apresenta nem lucros nem despesas (a não ser de tempo), mas esperamos que no final deste ano já tenhamos os nossos primeiros clientes. O Myout, tem duas fontes de rendimento a publicidade e os destaques.

Necessitaram de algum tipo de financiamento externo para lançar o projeto?

Não temos nenhum investimento e tudo o que criamos foi apenas à custa de muita dedicação, mas acreditamos que para conseguirmos dar um salto tanto em termos de visualizações como de perspetivas de modelo de negócio será necessário associar-nos a um programa de investimento e desenvolvimento de modelo de negócio.