Siga-nos

Perfil

Expresso

Vídeo

Gritos, contestação, apupos e um pedido de desculpas: os 4m47s em que o Parlamento não conseguiu debater

Declaração do secretário de Estado Adjunto, do Tesouro e das Finanças, Mourinho Félix, provocou esta manhã um incidente na Assembleia da República que levou à interrupção do debate durante praticamente cinco minutos. Na origem da situação esteve o facto de Mourinho Félix, quando respondia a críticas do PSD sobre o processo de nomeação da nova administração e de recapitalização da CGD, ter defendido que “o populismo chegou à cidade” e que o deputado “Leitão Amaro revela ou profundo desconhecimento do regime ou disfuncionalidade cognitiva temporária”