Siga-nos

Perfil

Expresso

Vídeo

Auditoria revela falhas na supervisão do regulador ao BES e levanta dúvidas sobre Constâncio e Costa

  • 333

Auditoria interna do Banco de Portugal concluiu que houve pelo menos duas falhas na atuação do regulador ao Banco Espírito Santo. Um documento com mais de 600 páginas levanta dúvidas sobre a supervisão de Carlos Costa e Vítor Constâncio. O relatório continua secreto há quase um ano apesar de ter sido pedido pela comissão de inquérito ao caso BES